A nova onda são os vídeos e lives

Que devemos fazer vídeos para aumentar a conexão com a nossa audiência, não é novidade. Mas eu entendo que a timidez e a vergonha às vezes nos paralisam. Nesse post eu dou várias dicas de como driblar essa vergonha.

Hoje eu trouxe um passo a passo de como fazer uma live profissional, para que você transmita uma boa imagem, aumente a conexão com a sua audiência para que ela confie em você. As pessoas compram de quem elas confiam! Se você estabelece uma relação de confiança com a sua audiência, ela tende a comprar de você.

A live pode acontecer no Instagram, Facebook e YouTube. Você pode fazer simultaneamente nas 3 plataformas usando diferentes dispositivos ou aplicativos de streaming, como o OBS Studio. Se você está começando a fazer lives, sugiro que você escolha apenas uma plataforma, aquela que você tem mais seguidores.

Vamos ao passo-a-passo:

1. Escolha um assunto que você domine, que fale com tranquilidade e que agrade a sua audiência.

2. Defina o melhor dia e horário para a live. Normalmente, logo pela manhã ou à noite são bons horários. Teste diferentes momentos e analise.

3. Faça um post de divulgação 24h antes da live, informando por qual meio a live vai acontecer, dia e horário, em todos os meios possíveis – Instagram, e-mail, Telegram, WhatsApp etc.

4. Prepare o ambiente, que deve ser silencioso e bem iluminado. A melhor luz é a natural. Se tiver a opção de ter uma janela aberta de frente para você, ótimo!

5. Arrume-se! Sua imagem conta! Vista-se com uma roupa confortável, que expresse a forma como você quer ser vista.

6. Tenha um copo de água à disposição.

7. Faça um story no Instagram minutos antes da live para lembrar a sua audiência que em pouco tempo a live vai começar.

8. Seja pontual, apresente-se rapidamente e comece o conteúdo.

9. Peça para as pessoas compartilharem e interagirem mandando perguntas.

10. O mais importante, divirta-se!

Talvez a primeira live não seja como você imaginou, e está tudo bem! Tenha certeza que a próxima sempre será melhor! 😉

Curtiu? Compartilhe esse post com outras pessoas que podem se beneficiar com esse conteúdo.

Bjs e até o próximo post,

Vivi Madureira

Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

Natal 2020!

Estamos a poucas semanas do Natal, uma das épocas do ano que eu mais gosto. É chegada a hora de decorar a casa e rever pessoas queridas!

Esse Natal certamente terá um significado muito especial. Será um momento muito importante para as famílias, que se esforçarão muito para estarem junto daqueles que amam. As decorações, comidas e presentes serão pensados com mais carinho ainda.

Você, como profissional de festas, já identificou oportunidades, criou produtos e serviços para essa importante data?

Como você pode estar presente nesses momentos?

O que você vai criar de diferente, de forma a facilitar a vida de suas clientes e surpreendê-las?

Que momentos felizes você pode proporcionar a elas e suas famílias?

Se você quer realmente ter uma marca forte e viver de festa, aproveite todas as oportunidades para criar coisas novas e se diferenciar no mercado. Pense também na melhor forma de divulgar e vender esses produtos!

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira

Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

Quando você aparece, a conexão acontece!

Eu sei que muitas de vocês tem muita vergonha em gravar vídeos, fazer stories e lives, e eu te entendo. Eu sempre dei aula e nunca me considerei uma pessoa tímida ou envergonhada, mas confesso que uma câmera me travava. Os primeiros vídeos que fiz para o canal do YouTube do ateliê eram somente imagens e texto, nem minha voz aparecia.

Com o tempo, coloquei minha voz e imagens, até que um dia resolvi aparecer. Não sei quantas vezes gravei uma mesma frase e o quanto eu odiei me assistir. Mas eu entendi que isso era necessário e que o próximo vídeo certamente seria melhor (ou menos pior). Recebi comentários do tipo “você é muito travada nos vídeos”, “fale de maneira mais natural” etc. Eu nem podia discordar, porque era verdade! Rs.

Simplesmente continuei fazendo. Aí vieram os stories no Instagram e a possibilidade de fazer lives. E vejam que curioso, os stories eram mais complicados pra mim do que as lives, acho que por ser ao vivo e com a interação das pessoas, você acaba se preocupando menos com a sua ‘imagem’. Já os stories, até hoje eu regravo várias vezes, até ficar aceitável no meu ponto de vista. E não há nenhum problema nisso!

Mas vou te dizer, é quando você aparece é que a conexão acontece! As pessoas veem que “do lado de lá” tem uma pessoa de verdade e que ela pode estabelecer uma conversa com você, seja comentando um post, enviando um Direct ou interagindo em uma live.

Ficar pensando no que os outros vão pensar é bobagem! Quando você tem uma boa intenção e se importa com quem te segue e com o conteúdo que você vai transmitir, não tem como dar errado. As pessoas serão gratas, elas precisam do seu conhecimento. Todo mundo tem algo a aprender, mas tem algo a ensinar também.

Treine, pratique no espelho, grave quantas vezes forem necessárias, mas faça!

E se der vergonha, vai com vergonha mesmo!

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira

Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

10 dicas práticas para gravar vídeos

Gravar vídeos é um caminho sem volta! É o melhor meio para se comunicar e se conectar com a nossa audiência atualmente.

Eu entendo que muitas pessoas tem medo ou vergonha de gravar vídeos. Mas vou dividir com você 10 dicas bem práticas para você começar a gravar vídeos (com ou sem vergonha), hoje mesmo!

1. Escolha um assunto que você domine
Quando mais familiar for o assunto pra você, mais natural será o vídeo e maior conexão com a sua audiência.

2. Prepare um roteiro
Com começo, meio e fim, para facilitar o seu raciocínio. Pode ser simples, em tópicos, que certamente vai te ajudar.

3. Ensaie
Na frente do espelho, com a câmera desligada, falando para alguém que você confie. O importante é que você tenha mais segurança na hora de gravar.

4. O local deve ser iluminado e silencioso
Evite o máximo de ruídos, para não atrapalhar a sua linha de raciocínio e também para não comprometer a qualidade da gravação.

5. Escolha uma roupa confortável e que te deixe confiante
A roupa não deve te atrapalhar nem chamar mais a atenção do que o seu conteúdo.

6. Seja natural, seja você!
Não tente ser engraçada, se você não é. Não tente ser formal demais, se você é uma pessoa mais extrovertida. Grave o vídeo da forma como você conversa com as pessoas, naturalmente.

7. Olhe para a câmera como se ela fosse uma pessoa. Afinal, do outro lado da câmera, temos pessoas reais nos vendo. Fale com elas!

8. Grave quantas vezes forem necessárias.
O perfeito não existe, mas grave quantas vezes forem necessárias para você se sentir confortável para publicar o vídeo.

9. Edite o vídeo, valorizando o conteúdo e as melhores partes da gravação.

10. Não se preocupe com o que as outras pessoas vão pensar! Não tenha medo do julgamento. Esse pensamento só vai atrapalhar e inibir você de transmitir o seu conhecimento e a sua mensagem para o maior número de pessoas!
(Essa é a principal dica!)

DICA EXTRA! Divirta-se gravando vídeos. Quando você começar e ver as reações positivas das pessoas, não vai parar mais!

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira

P.S.: Se você precisa de ajuda para posicionar o seu negócio de festas na internet, me manda um e-mail: contato@marketingparafesteiras.com.br

Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

Como atrair o público certo que quer comprar de você?

Essa é uma das perguntas que eu recebo com maior frequência em todos os pontos de contato onde o Marketing para Festeiras está presente. Então resolvi escrever esse post para te ajudar nessa complexa missão.

A primeira questão que você deve responder é:
– Que público você quer atrair?

Sim, porque se você não definir que público você quer atrair, qualquer público que chegar até você será válido. Ex: uma mãe que está em busca de um buffet infantil para a festa do seu filho que completará 1 ano. Ela é mãe de primeira viagem, não conhece todas as soluções da região dela e começa a procurar.

Como as mães buscam buffets infantis? Pelo Instagram, Google e indicação das amigas que também tem filhos nessa faixa etária. Também pode ficar mais conhecido quando divulgados em grupos de negócios no whatsapp, Associação Comercial da sua cidade etc.

Nesse exemplo, observamos que a mãe procuraria nesses 4 pontos de contato. É justamente nesses lugares que a sua marca deve estar presente!

Não precisamos ficar ‘reféns’ de uma ou outra rede social. Tudo o que precisamos é de um cliente bem atendido e fidelizado, para que ele ou ela nos indique para outras mães. Pense que cada mãe tem potencial para trazer pelo menos 20 outras mães para o seu buffet (ou mais). Se pelo menos 2 dessas mães fecham com você, e trouxerem outras 20 mães cada uma, o seu potencial de crescimento é enorme.

Diante desse cenário, o que eu quero te mostrar é que para atrair o público certo, não necessariamente você precisa depender somente de redes sociais. Os seus próprios clientes podem ser uma excelente fonte para conquistar novos clientes.

Em resumo, o que devo fazer para atrair o meu público?

  1. Definir o público-alvo que eu quero
  2. Descobrir onde ele está (redes sociais e outros pontos de contato offline)
  3. Abordá-los e realizar a venda
  4. Fidelizá-los e com isso atrair público semelhante a ele

E nunca se esqueça, o seu cliente atual é estratégico para fazer o seu negócio crescer!

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira

P.S.: Se você precisa de ajuda para tornar o seu negócio de festas em uma empresa lucrativa, entre em contato comigo em um dos pontos de contato abaixo.

Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

Festas intimistas X festas baratas

O momento ainda é muito delicado. As famílias querem comemorar, mas são comemorações para poucas pessoas. Querem uma festa bonita, mas que caiba no orçamento.

Eu diria que a maior parte das clientes não têm ideia do valor de uma festa, não sabem tudo o que está envolvido, os custos, e por isso chegam a pensar que uma festa intimista é uma ‘festa barata’. Sabemos que não é assim que as coisas funcionam.

Você, por outro lado, quer e precisa trabalhar. Mas não pode se deixar levar pela pressão do preço e muito menos trabalhar de graça ou pior, ter prejuízo.

Com esse cenário, você tem duas possibilidades:
– Explicar e demonstrar para a cliente o valor do seu trabalho através dos seus diferenciais e atendimento impecável.
– Adaptar os seus serviços e produtos a esse momento que estamos vivendo, sem abrir mão do seu posicionamento e do seu lucro.

Se você tem dificuldade nesse processo de negociação com a cliente, precificação e saber se o seu negócio é lucrativo, manda um e-mail ou WhatsApp. Eu posso e quero te ajudar!

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira



Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

Mais clientes, por favor! ;-)

Todos os dias, eu recebo a pergunta:
– Vivi, como faço para ter mais seguidores nas redes sociais?
Normalmente, eu respondo:
– Você quer ter mais seguidores ou clientes?

Esta aí uma reflexão interessante. É claro que eu sei que quanto mais seguidores, mais conhecido será o seu trabalho e provavelmente mais clientes você terá. Sei também que o número de seguidores conta para ter mais visibilidade e autoridade no mercado. Mas infelizmente isso não paga a conta!

São os clientes que te contratarem que vão fazer com que o seu negócio seja um negócio de verdade. Você precisa portanto, atrair as pessoas certas e não necessariamente em grande volume.

O que é melhor: ter 100.000 seguidores ou 1.000 clientes nas redes sociais? Eu prefiro ter 1.000 clientes, que confiam no meu trabalho e que me contratam com regularidade. Prefiro ter 200 alunos ativos com negócios transformados, do que 1.000 matriculados que nem abriram o conteúdo na plataforma.

Entende a diferença?

Coloque como objetivo o número de CLIENTES que você quer atingir. Considere também que essas pessoas indicarão você e trarão mais e mais clientes. É assim que o seu negócio vai girar! Se você tiver 1.000 clientes nas suas redes sociais, é suficiente para você fazer o seu negócio acontecer, acredite!

Preocupe-se em ter um público qualificado, com conteúdo relevante, para que ele converta em vendas para você. Lembre-se também que as redes sociais atrairão pessoas para o seu perfil, mas é a qualidade do seu trabalho e do seu atendimento que as transformarão em clientes de verdade.

Precisa de ajuda para atrair as pessoas certas para o seu negócio e transformar seguidores em clientes?

Baixe o Guia com 10 técnicas fáceis e simples de serem aplicadas para transformar seguidores em clientes. É só clicar aqui!

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira



Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

40 maneiras de se trabalhar com festas e ter sucesso

A área de festas é super abrangente e o Brasil é enorme, com muitas oportunidades, principalmente considerando que somos um povo muito festeiro. Listei dezenas de atividades possíveis para quem trabalha ou sonha trabalhar nessa área.

Arranjos florais
Arquivos digitais
Assessoria para mães
Balões
Bartenders
Bolos
Bonecos em feltro
Brindes
Buffet infantil
Buffet adulto
Buffet em domicílio 
Cartonagem
Celebrante de casamentos 
Cenografia
Cerimonial
Confeitaria
Convites
Decoração de festas afetivas e lúdicas
Decoração prática 
Decoração exclusiva
Decoração gigante
DJ
Doces
Fabricação de peças
Festa na caixa
Fotografia
Identidade visual
Iluminação
Lembranças
Locação de peças
Papelaria
Personalizados de luxo
Presentes personalizados
Projetos digitais
Recreação
Roupas personalizadas
Salgados
Salão de festas
Shows e entretenimento
Sublimados

Não se preocupe se alguém te disser que isso ou aquilo “não funciona”, “está fora de moda” ou “não dá dinheiro”. Cada um tem a sua realidade, o seu talento e o seu mercado. Aproveite as melhores oportunidades para você, na sua região, de acordo com o seu posicionamento, valores e expectativas da SUA cliente.

Faça o que você ama, todo santo dia, adapte o que for necessário e siga em frente. Lembre-se sempre que o dono da maior fábrica de chocolates do Brasil começou vendendo trufas na vizinhança. 😉

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira



Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

Registro de patentes para profissionais de festas

Fiz uma live com o Dr. Celino Bento de Souza da Beerre Marcas e Patentes, para esclarecer o que pode e o que não pode ser registrado pelos profissionais de festas. Infelizmente a live não ficou salva, por problemas técnicos no Instagram, mas vou tentar colocar nesse post os aspectos mais importantes que conversamos.

Segundo o Dr. Celino, tudo que foi criado por você, que é inédito e tem uma finalidade específica, vale a pena sim ser registrado. No mercado de festas, os registros de moldes, caixas, embalagens, carrinhos, painéis etc, que tem uma ‘forma’, classificam-se como registro de desenho industrial.

Para ter direito ao registro, sua invenção deve cumprir 3 características:
– Novidade
– Aplicabilidade
– Atividade inventiva

Além desses pré-requisitos, sua invenção deve ter no máximo 6 meses. Passado esse prazo, sua ideia cai em domínio público e qualquer pessoa pode reproduzir.

Uma vez cumprido essas exigências, você providencia toda a documentação e entra com o processo diretamente no INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial ou através de um escritório especializado, que inclusive é a minha recomendação.

Com a entrada do processo, você recebe um número de protocolo. Ele te permite notificar outros profissionais que eventualmente já estejam copiando a sua ideia. Nesse caso, o escritório advocatício que representa a sua empresa entra em contato com cada profissional em questão e faz uma solicitação formal para que não se reproduza mais aquela peça. Mas atenção: ter um número de protocolo não garante o registro. O tempo para obtenção do registro final é de 3 a 5 anos.

Uma vez obtido o registro, você pode requerer todos os direitos, inclusive indenizatórios. Para cada pessoa que infringiu a lei e copiou a sua peça, um processo extra judicial deve ser aberto, também através de advogados especializados.

Agora, se você produziu algo e uma outra profissional te diz que já registrou aquele item, você pode solicitar uma notificação formal que contenha o número do registro/protocolo e fazer uma consulta no INPI. Se de fato esse processo existir, recomenda-se que você não reproduza a peça. É uma questão de ética e bom senso. Existe a possibilidade também das duas partes entrarem em um acordo e uma pagar royalties para a outra, para poder reproduzir a peça e dentro da lei.

O INPI pode negar o registro por alguma razão, incluindo o fato de já existir tal peça em algum lugar do mundo em período superior a 6 meses. Então, se você sabe que aquela peça já existia anteriormente, não adianta dar entrada no registro e muito menos exigir que outra pessoa não a reproduza.

E por fim, uma pergunta muito comum que a gente ouve: se mudar uma medida ou uma pequena característica da peça, ainda assim estarei infringindo a lei? Sim, pois o registro é aprovado de acordo com as características de aplicabilidade da peça e não de suas medidas.

Na minha opinião, antes de entrar com o pedido de registro, avalie se a sua ideia é realmente inédita, se foi criada há menos de 6 meses e se você está disposta a levar o processo, que é bem moroso, até o final.

Espero que eu tenha conseguido traduzir aqui um pouco do que foi a aula que tivemos com o Dr. Celino.

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira

Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1

Preço X Valor

O preço que você atribui ao seu trabalho agrega (ou não) valor a ele.
Dar 50% de desconto em um produto/serviço/curso, deprecia o SEU trabalho e o do mercado como um todo.
Além disso, compromete a sua lucratividade e a qualidade da entrega. Denigre a imagem da sua marca e demonstra desespero. Sem contar que, quem já pagou o valor cheio uma vez, vai se sentir lesado. Ou seja, ninguém ganha nada em uma situação como essa!
Quem compra “preço” não fideliza. Quem compra “valor”, se sente feliz com a conquista.
Não dê desconto, agregue valor e diferencie-se da sua concorrência!

Beijos e até o próximo post,

Vivi Madureira

Acompanhe os nossos conteúdos em todos os pontos de contato do Marketing para Festeiras:
http://www.marketingparafesteiras.com.br
Instagram – @marketingparafesteiras
YouTube – http://www.youtube.com/marketingparafesteiras
Facebook – http://www.facebook.com.br/marketingparafesteiras
Lista de transmissão WhatsApp com dicas de Marketing – envie uma mensagem para 15 98129.2730.
Telegram – https://t.me/marketingparafesteiras1